Treinamento para gestantes

Minha vida antes da maternidade era totalmente focada na carreira, eu era o que se pode chamar de carreirista. Com menos de 24 anos já era gerente de uma grande equipe e assim fui tocando a vida até que Deus nos presenteou com o Rafael.

TREINAMENTO GESTANTE

Estava tudo ótimo, o único problema é que quando engravidei não sabia absolutamente nada sobre bebês, me atirei nos livros, comprava todas as revistas disponíveis na banca e assinei o feed de todos os blogs de maternidade, mas ainda assim não me sentia preparada para quando meu milagre saísse da barriga e precisasse de mim para sobreviver. Foi quando um amiga me indicou o curso de gestante. Ahhh que alegria, era possível fazer um treinamento, estudar para a prova (eu era boa nisto) e nada mais poderia dar errado… (sabia de nada inocente!).

Fui conferir. Já havíamos escolhido a maternidade onde o Rafael ia nascer, e nada mais lógico que o treinamento fosse feito lá, mas… (sempre tem um mas), a previsão de nascimento era para Outubro e o curso só tinha vagas para Janeiro do ano seguinte. Desespero, choro, chateação e muitas ligações para a maternidade e eles conseguira me encaixar numa vaga para Agosto, não era exatamente o curso que eu queria, mas Ebaa!, meu filho já tinha uma chance.

No dia do treinamento lá fui eu, meus pés mega inchados e o marido para o treinamento de um dia, que custou algumas centenas de reais – toda empolgada, já o marido nem tanto.

Na sala de aula, super bonitinha, havia cerca de 20 casais, alguns com a DPP para dali uma semana, outros ainda bem no início da gestação. Para todos que olhava notava algo semelhante ao que estava acontecendo conosco, a mãe com uma expressão que misturava ansiedade e um certo alívio por ter onde buscar informação de qualidade e o pai com cara de enfado e apreensão do tipo, vai sobrar alguma coisa para eu fazer.

O curso abordou tipos de parto, sinais de que a hora H estava chegando, os primeiros cuidados com o bebê, a saúde do bebê e da mãe no pós parto, etc. Na parte da manhã estavam todos atentos, já na parte da tarde, a maioria dos pais estava dormindo relaxadamente enquanto as mães tentavam entender tudo o que ia acontecer com seus corpos e vidas em pouco tempo e eu não era exceção – quanto mais aprendia, maior era minha percepção de que não sabia de nada.

As enfermeiras e outros profissionais que estavam por lá, muito catimbados com mães em desespero, foram muito atenciosos e faziam questão de nos acalmar e passar a informação da forma mais clara e simples possível, muitos pontos positivos por isto. Meu maior medo era com relação ao parto e eles conseguiram, junto com o anestesista, esclarecer muito bem todos os pontos que precisavam ser levados em consideração para escolher o parto e também conseguiram acalmar bastante minha ansiedade, mais muitos pontos positivos por isto.

Uma das palestras foi a respeito do armazenamento de células-tronco, algo que eu já vinha pesquisando e tomei a decisão final por conta do que aprendi neste dia.

Como pontos negativos, na minha opinião, a parte prática do curso, feita com uma boneca, não me deu nenhum embasamento para lidar com o Rafael. Já logo na primeira vez que fui trocar sua fralda e limpar o coto umbilical precisei chamar a enfermeira da maternidade, pois não estava conseguindo fazer com um bebê real, que se mexe (e muito) o tempo todo, o que havia feito tão bem com a boneca.

O custo do treinamento também é desestimulante, principalmente por que você tem que pagar para dois, pai e mãe, mas na prática só um participa, pois o outro dorme! E também o fato de ser um dia todinho de palestras, me cansou demais, eu já estava muito inchada – imagina se tivesse conseguido o que eu queria que eram três dias consecutivos (aff!).

No final, foram mais pontos positivos do que negativos, aprendi bastante, mas não faria novamente neste mesmo modelo, optaria por algo on line, onde pudesse assistir as palestras no meu ritmo e da minha casa, com certeza, pagando bem menos.

E por ai, fizeram o treinamento para gestante? Me conta como foi nos comentário :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>